Alonso na Indy já é uma vitória e tanto

Leio que as pessoas estão chocadas e horrorizadas com a entrada do trio Alonso/ McLaren/ Honda na Indy 500. Eu acho maravilhoso e nada chocante. Saíram da zona de conforto e deram um tapa na cara do conservadorismo que marcou a era Bernie da F1.

Se querem saber, é uma peça de publicidade e um case de automobilismo fascinante, pois mesmo andando na segunda metade do grid na F1, se Alonso fizer na Indy o que faz com os carros da McLaren ele já entra como favorito na Indy 500.

Não é otimismo da minha parte nem exagero. Já que a onda é igualar, se colocarmos em um patamar de igualdade o piloto espanhol está dois níveis acima de todo o grid da Indy mesmo nunca tendo feito uma corrida virando apenas para a esquerda.

renault-indy-inline

Se o medo é acidente a pancada da Austrália no ano passado e a pancada clássica em Interlagos/2003 mostra que não é um murinho e nem uma capotagem que amedrontam o piloto espanhol. Ah, e ele já bateu no muro de Indianápolis em 2004 no GP de F1 (acima). Sendo assim, nada de novo.

Outra coisa: um título de Alonso na Indy 500 acabaria com toda a soberba de Lewis Hamilton, faria Sebastian Vettel reclamar bem menos e Max Verstappen tirar mais um parafuso do cérebro, pois ele vai elevar o nível – não se compara às idas de Kubica para os ralis antes do acidente.

Alonso seria associado a um grande que foi bicampeão da F1 e vencedor da Indy. Jim Clark. O único bicampeão a vencer a Indy 500. O famoso ídolo do ídolo de Hamilton e cia (Senna). E só ele podera ter tal privilégio. Coragem + experiência + situação. Essa soma pode render algo histórico e desde já tem tudo para dar certo, além de poder limpar a barra da Honda de vez – pelo menos com ele, Alonso.

Isso que nem falamos da importância do retorno da própria McLaren.

A conferir.